Você sabe o que é e quais são as consequências da imunidade baixa? Apesar de esse conceito ser muito mencionado entre pessoas da área médica e até mesmo pelos leigos, muitos ainda não têm uma clara noção do que se trata.

No artigo de hoje, mostraremos o que é a imunidade baixa, os efeitos que ela causa e, principalmente, o que você pode fazer para melhorar o seu sistema imunológico e se proteger contra doenças. Acompanhe!

Como funciona o sistema imunológico?

O sistema imunológico é um mecanismo natural do nosso corpo, que age mantendo uma pessoa saudável, trabalhando na resolução de processos infecciosos. Teoricamente, esse sistema deveria funcionar muito bem e nos manter sempre saudáveis e bem-dispostos.

Mas para que isso aconteça, o corpo precisa de cuidados e hábitos que muitas vezes são prejudicados  pela correria do dia a dia, sedentarismo e alimentação pobre em vitaminas e minerais. É cada vez maior o número de pessoas que apresentam enfraquecimento do sistema imunológico e estão frequentemente expostas a problemas de saúde variados.

A maioria das doenças que acometem o nosso corpo se inicia por um processo de infecção. O sistema imunológico, portanto, trabalha como um exército, que impede o avanço e proliferação desses agentes infecciosos.

Quando a sua imunidade está baixa, o seu corpo fica exposto a todo tipo de problemas, que podem variar entre pequenos e mais complexos.

Quais são as causas da imunidade baixa?

É muito importante que você saiba que a imunidade baixa tem diversas causas e a avaliação de um médico para determinar o que está causando o problema é essencial para cada caso.

Entretanto, estudos mostram que uma das principais razões do enfraquecimento no sistema imunológico está ligada à alimentação. É por meio dela que o nosso corpo recebe todos os nutrientes necessários para o  funcionamento e fortalecimento — sobretudo, do sistema imunológico. Ele precisa de vitaminas, minerais e, principalmente, agentes antioxidantes, presentes em poucos alimentos.

Em mulheres, especialmente, a queda de desempenho do sistema imunológico pode ser causada pelos níveis de progesterona (um hormônio essencial para o equilíbrio ovariano e para a gravidez) que, em alguns casos, costumam aumentar muito na segunda fase do período menstrual.

Quais são os sintomas desse problema?

A imunidade baixa reduz as defesas do organismo. Quando isso ocorre, o corpo fica à mercê de parasitas que causam uma série de doenças. Confira quais são os principais sintomas da imunidade baixa:

  • cansaço excessivo;
  • febre, calafrios e resfriados frequentes;
  • vômitos, náuseas e diarreias;
  • doenças simples que acabam se complicando, como gripes que duram semanas;
  • infecções respiratórias constantes e persistentes;
  • queda de cabelo;
  • unhas fracas;
  • estresse;
  • deficiência de vitaminas;
  • má qualidade do tecido da pele;
  • predisposição para ferimentos.

Existem outros fatores ou doenças que podem ser causadas pelo mau funcionamento do sistema imunológico. Por isso reforçamos a necessidade de sempre consultar um médico para avaliação profissional.

Como preveni-la e tratar o sistema imunológico?

Após identificada por um médico, a imunidade baixa pode ser tratada com o uso de medicamentos que são ingeridos periodicamente. Entretanto, alguns cuidados e mudanças na rotina podem ajudar o processo e garantir que o problema não volte a aparecer.

O primeiro passo é deixar o corpo bem hidratado. Para isso, beba bastante água durante o seu dia. Outro passo importante é cuidar da dieta. Procure se alimentar bem e busque um profissional da área da nutrição para montar uma dieta de acordo com o seu peso, idade e objetivos.

Em terceiro lugar, vem a prática de atividades físicas. Ao realizá-las, seu corpo impulsiona o sistema imunológico, o que, consequentemente, aumentará a produção de glóbulos brancos, potencializando o poder da sua imunidade contra doenças.

Por fim, também é importante ter hábitos higiênicos. A higiene não está diretamente ligada ao sistema imunológico, entretanto, a falta dela pode possibilitar a entrada de bactérias no organismo, gerando infecções e prejudicando o perfeito funcionamento do corpo.

Que produto natural pode ser utilizado para melhorar o funcionamento do sistema imunológico?

Como mencionamos, a dieta é uma parte fundamental para solucionar o problema da imunidade baixa, entretanto, existe um alimento em especial que é um verdadeiro aliado do sistema imunológico.

Estamos tratando do suplemento de cúrcuma. Trata-se de uma cápsula que contém, de forma concentrada, a raiz que é considerada como um superalimento por muitos médicos do mundo, também conhecida como açafrão da terra.

A cúrcuma apresenta uma substância chamada de curcumina, que é o principal item que compõe a raiz e dá a sua cor amarelada, o cheiro forte e o sabor incomparável, quando utilizado como um simples tempero.

Essa substância presente no açafrão da terra é repleta de antioxidantes que reduzem as infecções do seu corpo e agem como um verdadeiro aliado do sistema imunológico contra os efeitos que o seu mau funcionamento pode causar.

Suplemento de cúrcuma

Entretanto, antes de você sair correndo ao supermercado para adquirir a sua cúrcuma, é preciso ter atenção a um detalhe muito importante. Esses que são facilmente encontrados nos mercados não são capazes de fornecer todos os nutrientes que a raiz apresenta.

Isso porque você deveria consumir uma quantidade muito grande dele em forma de tempero, o que seria totalmente inviável. Além disso, não há como garantir que o conteúdo da embalagem contenha somente açafrão da terra.

Para solucionar isso, atualmente, existe o suplemento de cúrcuma. Trata-se de uma cápsula que contém o alimento, preservando todos os seus nutrientes, principalmente, a curcumina. Além disso, as dosagens são sempre na medida certa que o seu corpo precisa.

É importante que você saiba que a imunidade baixa é causada pelo mau funcionamento do seu corpo, portanto, quando você trata a causa do problema, rapidamente o seu sistema imunológico voltará ao normal e isso proporcionará uma maior proteção contra doenças.

Gostou do artigo de hoje? Que tal ficar por dentro de mais conteúdos como esse que você leu? Então, siga nossos perfis nas redes sociais para não perder nenhuma nova postagem. Estamos no FacebookYouTube e Instagram!